quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Que virá a ser, pois, este menino? (Lucas 1:66)

Perguntaram a um menino em uma favela de São Paulo: O que você vai ser quando crescer? Ele respondeu: _Bandido ou missionário, depende de quem chegar primeiro.

Temos abortado as sementes na infância e perdido as flores e os frutos. O mundo está com poucas flores, poucas cores, perfume e beleza; pois as sementes foram abortadas. O mundo está com fome de Deus, os frutos são poucos, insuficientes, pois as sementes não foram plantadas na fase ideal. Algumas sementes foram plantadas tardiamente, nasceram fora de época, raquíticas se esforçam muito para crescer. Seus frutos são poucos atraentes e escassos, faltaram-lhes as condições ideais para crescer. Outra parte da semente foi semeada em boa terra, rompeu e nasceu. Fez-se bela e forte, gerou flores e frutos. Tornou-se planta viçosa. Deu boa colheita, de cem, sessenta e trinta por um. Perfumou, embelezou, alimentou e gerou outras sementes. Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça. Mt 13.9. Invista sementes na infância e garanta o sucesso da semeadura!
O que nossos meninos e meninas vão ser? É a pergunta que ecoa em nossos lares, ruas e cidades... Onde estão os apascentadores de crianças? Onde estão os que plantam boas sementes na infância? Será que estão sem tempo, sem visão, sem preparo ou ocupados com os afazeres do dia a dia?
O que se encontra no início da vida de pessoas felizes e abençoadas - é um jardineiro que semeou fontes de vida em sua infância. A Bíblia diz: Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos e de todo coração o buscam! Com tua mão vem ajudar-me, pois escolhi os teus preceitos. Sl 119. 2, 173.
Acredito que a semente da vitória está na infância. Por isso, você encontrará neste livro princípios e sugestões que podem mudar e resgatar esta geração de pais, professores e crianças, pois eles foram extraídos da Palavra de Deus e aplicados às necessidades e ao contexto brasileiro no qual estamos inseridos.
Creio que teremos muitas surpresas lá no céu. Existem muitas verdades bíblicas que precisamos compreender melhor. Isto me faz acreditar que boas surpresas estão reservadas para aqueles que apascentam crianças; tanto neste mundo, como no vindouro. Tenho várias razões para acreditar nisto, e gostaria de compartilhá-las com você ao longo deste livro. A Bíblia diz: Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. Mt 5:19.

Muitas dúvidas, crenças e até pré-conceitos têm impedido crianças de participarem das promessas e bênçãos das Boas Novas. Vamos discuti-las aqui.
Como Phillip Yancey, também estou à procura de respostas "- Não sou pastor, mas um peregrino contagiado por dúvidas" – ele disse. Sabemos que não encontramos respostas para todas as nossas dúvidas. Assim, gostaria de compartilhar com você perguntas e ensaios de respostas que tenho discutido ao longo da caminhada no ministério com crianças. Para certas questões, temos sim respostas, na Palavra de Deus. Destas também trataremos neste livro.

Pretendo abrir aqui este assunto crucial para nossa existência – a semeadura na infância - crendo que este é o melhor tempo para se semear; tratando dele aqui com entusiasmo e alegria, experiências e testemunhos, dificuldades e vitórias, embasamento bíblico e científico. Você não está lendo este livro por acaso. À medida que eu escrevia estas páginas, eu orava, para que você fosse revigorado em seu propósito como educador. Venha comigo jardineiro, eu lhe convido! Vamos semear boas sementes na infância e garantir a vitória.


[Este texto é a introdução do meu livro: Infância, o Melhor Tempo para Semear." Editora Betânia.]
Postar um comentário

Pesquisa Google

Google