terça-feira, 30 de novembro de 2010

O NASCIMENTO DE JESUS, UM CORDEL SOBRE O NATAL

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Sementes para a infância. Alexandra Guerra.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Em Santa Catarinha fiu paraninfa desta turma lindinha do MQCC.


Que cara é esta, credo!? kkkkkkk

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

"Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.
Eu desisti. 
Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer" 

sábado, 13 de novembro de 2010

O PROFESSOR ESTÁ SEMPRE ERRADO

Jô Soares

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia'.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um 'caxias'.
Precisa faltar, é um 'turista'.
Conversa com os outros professores, está 'malhando' os alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não sabe se impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as chances do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a 'língua' do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, deu 'mole'.

É, o professor está sempre errado, mas, se você conseguiu ler até aqui,
agradeça a ele!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Promoção!


Pessoal meu livro "100 Dinâmicas para Aprender Brincando" está em promoção no site abaixo! Corram antes que acabe!

Uhuuu!! 

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Uma prática educativa que imponha as verdades sobre as pessoas, sem prepará-las para raciocinar, torna-se uma forma de manipulação, que não resulta numa apropriação pessoal dessas verdades e, consequentemente, implicará em negação das mesmas ou obediência cega. Esse tipo de educação gera conformação superficial, perda de vitalidade e alegria ao invés de transformação e obediência amorosa. “...A  letra mata, mas o espírito vivifica”.

domingo, 7 de novembro de 2010

Nem sei como agradecer ao carinho que chega a mim através dos 360 seguidores deste blog e dos mais de 62 mil acessos!
Obrigada, assim mesmo! Pois vocês são a razão deste blog. Graannnnnnde abraço! Alexandra.

Pesquisa Google

Google