quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O que é a Realidade Virtual?

Um sonho de metodologia de ensino! 
Precisamos levar a Realidade Virtual para as instituições de ensino como grandes soluções dos problemas educacionais.



ps://www.facebook.com/rv.realidade.virtual/

facebook.com/rv.realidade.virtual/


terça-feira, 16 de outubro de 2018


“A pessoa sábia está sempre ansiosa e pronta para aprender. ” 
 Provérbios 18:15    (BLH)

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Como melhorar a aprendizagem


Geralmente se fala muito sobre qual a melhor forma do educador ensinar ao aluno. Raramente pergunta-se como o aluno aprende. Devemos considerar o aluno como sujeito que age sobre a sua realidade, que pensa, que conhece. Neste sentido, é fundamental que percebamos o aluno como um sujeito curioso que busca conhecer sua realidade, que constrói o conhecimento.

Considerar como melhorar a aprendizagem é muito importante para quem quer ensinar. Sem levar isto em conta, ficaremos falando e não ensinando.
Mas como é mesmo que o aluno aprende?  De maneira geral, podemos dizer que homens, mulheres e crianças, aprendem através de sua relação com o mundo e com as outras pessoas. É através de suas brincadeiras, buscas, relacionamentos,  atividades desenvolvidas, dentre outras coisas,  que irão aprender...
Para saber mais veja o livro “Ensino Dinâmico e Criativo” de Leroy ford; Ed. Juerp

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Toda vida é preciosa




É preciso acreditar que toda vida é preciosa e se preocupar realmente com o bem-estar do outro. Aceitar o que somos, aceitar todo mundo, proteger todo mundo, e ao fazer isso você se protege e cria a paz.

Do seriado: The Walking Dead.


Resultado de imagem para paz união

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Dia das mães

Mãe e flores.
Já notou como associamos mães com flores?
As mães são como as flores: perfumam, embelezam, anunciam a vida!
As mães como as flores: são sensíveis e ao mesmo tempo resistentes.
Algumas estão firmes realizando a sua missão de gerar e manter a vida!
Infelizmente, outras mães estão murchas, ressecadas, esgotadas...
Estão desanimando, e colocando em risco os frutos...
Já pensou se as flores se cansarem de serem flores?
Todos os frutos, perfumes e belezas estariam ameaçados!
Se as mães desistirem... Toda geração estará condenada ao sofrimento, ao esfriamento, ao fracasso.
Algumas mães já desistiram: de amamentar, de proteger, de elogiar, de corrigir, de criar, de se dar...
Preciosa mãe: não tenha medo! Pois o seu Criador, O SENHOR Todo Poderoso, será o seu marido e o seu Salvador!
O SENHOR Deus te diz: “O meu amor por você não acabará nunca, e a minha aliança de paz com você nunca será quebrada.” Isaías 54:10.
Volte-se para Deus, como as flores buscam a luz!
“Mudem sua maneira de viver e abandonem seus maus pensamentos.” O mau envenena a alma.
Você vale muito mais que as flores.
Mãe, não desista!
Seja como as flores! Embeleze seu jardim, independente de como esteja o solo.
Pois não há esperança de vida sem vocês!
Não posso imaginar o mundo sem mães, que desempenham o seu belo papel.
Assim como não posso imaginar o mundo sem a riqueza das flores, pois são elas que asseguram a reprodução da espécie.

Por: Alexandra Guerra 

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Oferta do meu livro para você: 100 DINÂMICAS PARA APRENDER BRINCANDO

No site da Editora: https://www.z3ideias.com.br/loja/produto/100-dinamicas-para-aprender-brincando-53840



27%
SUPER OFERTA

100 DINÂMICAS PARA APRENDER BRINCANDO

Autor(es): ALEXANDRA GUERRA AGUINALDO CASTANHEIRA

R$ 25,90
R$ 18,90


















https://www.z3ideias.com.br/loja/produto/100-dinamicas-para-aprender-brincando-53840




SINOPSE





O uso de dinâmicas tem a capacidade de despertar nossos sentidos e de mexer com nossas emoções de uma forma marcante. 
Esta obra é destinada a todos aqueles que veem no ensino a grande oportunidade para mudanças, confrontos e crescimento. É um manual prático, ao qual o educador pode recorrer a fim de obter inspiração e modelos para seu trabalho.
As transformações históricas, culturais e sociais, exigem, do mestre, esforço para se manter atualizado e eficiente como um bom comunicador.
Que este material sirva de inspiração no preparo de reuniões e aulas dinâmicas e envolventes. Que os encontros sejam libertadores, promovam qualidade de vida e desenvolvam valores importantes para boa convivência.

No site da Editora: https://www.z3ideias.com.br/loja/produto/100-dinamicas-para-aprender-brincando-53840

A assinatura que o educador deixa fica na alma dos outros.


segunda-feira, 9 de abril de 2018

Ciclo do semeador de raízes



Concebe no desejo
Fecunda no útero
Semeia na infância
Cultiva, aduba...
Brota.
Germina na adolescência
Floresce na juventude
Frutifica na plenitude
Ceifa, Colhe - parece que morre.
Alimenta, nutre
Fortalece
Reinicia o ciclo.                             
Concebe, fecunda e nasce de novo...
Reinicia o ciclo do semeador de raízes.
Palavras são sementes que dançam para você.
Se vão germinar e enraizar... Isso, é com você.
Quanto a mim, semeio raízes.

"A terra por si mesma frutifica: primeiro a erva, depois, a espiga, e, por fim, o grão cheio na espiga.
E quando o fruto já está maduro, logo se lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa."  (Marcos 4:28, 29.)

Por: Alexandra Guerra. 




terça-feira, 27 de março de 2018

Festa da Páscoa


 “Joguem fora o velho fermento do pecado para ficarem completamente puros. Aí vocês serão como massa nova e sem fermento, como vocês, de fato, já são. Porque a nossa Festa da Páscoa está pronta, agora que Cristo, o nosso Cordeiro da Páscoa, já foi oferecido em sacrifício.”
1 Coríntios 5: 7 [BLH]

sexta-feira, 9 de março de 2018

Crônica sobre a Páscoa.

(Com sugestão de atividade para casa ao final.)


Páscoa. 
Crônica de Luiz Fernando Veríssimo. 

Papai, o que é Páscoa?
-Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
-Igual ao Natal?
-É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
-Ressurreição?
-É, ressurreição. Marta, vem cá!
-Sim?
-Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
-Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
-Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
-O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
-Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
-É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
  -Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
  -Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
  -Coelho bota ovo?
  -Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
  -Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
  -Era... era melhor,sim... ou então urubu.
  -Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?
  -Que dia ele morreu?
  -Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
  -Que dia e que mês?
  -(???)
  -Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
  -Um dia depois!
  -Não três dias depois.
  -Então morreu na Quarta-feira.
  -Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na Sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
  -Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
  -É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
  -O Judas traiu Jesus no Sábado?
  -Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta!!!
  -Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
  -Ui...
  -Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
  -Cristo. Jesus Cristo.
  -Só?
  -Que eu saiba sim, por quê?
  -Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
  -Ai coitada!
  -Coitada de quem?
  -Da sua professora de catecismo!


PARA CASA para ser feito em família.

Leiam a Crônica em família e depois façam o que se pede.

1- Após lerem a crônica, respondam (em família) , do seu jeito, as perguntas feitas pelo filho escrevendo ao lado do próprio texto.
2- Qual o significado da Páscoa para sua família?

quinta-feira, 1 de março de 2018

Dinâmica: "Roda Viva"

Dinâmica: "Roda Viva" realizada com os pedagogos da Secretaria Municipal de Educação (SEMED). 
Muita interação e alegria com este grupo maravilhoso!


Semed promove Primeiro Encontro de Pedagogos da Rede Municipal de Ensino Destaque

Escrito por  SEMED Publicado em SEMED

28
FEV
Semed promove Primeiro Encontro de Pedagogos da Rede Municipal de Ensino
A Secretaria de Educação realizou nessa terça-feira (27),no auditório da EMEF Ignez Massad Cola, o Primeiro Encontro de Pedagogos da Rede Municipal de Ensino, que contou com a participação de aproximadamente 100 profissionais da área.
O encontro, entre outras ações, traçou metas para o ano letivo 2018 e problematizou as ações pedagógicas, com o objetivo de garantir o direito de aprender dos alunos. Assuntos como currículo, avaliação, aprendizagem significativa e valorização do fazer docente com a mediação efetiva dos Pedagogos protagonizaram o evento.
O encontro foi o primeiro de uma série, que juntamente com a formação de professores busca o sucesso de todos os alunos valorizando uma educação para a vida.

Disponível em: http://www.guarapari.es.gov.br/portal/index.php/semed/item/2374-semed-promove-primeiro-encontro-de-pedagogos-da-rede-municipal-de-ensino



sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

A infância é o melhor tempo para semear!

Você se importa com as crianças e suas famílias? Então, o que você faz conta!


Sou grata por estarmos juntos e termos a honra de semear na vida de crianças e de suas famílias.

Que tenhamos todos um ano produtivo, regado a paz, saúde e disposição para dar o que há de melhor em cada um de nós! 
Vamos fazer a diferença, mais uma vez?!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Seminário de Formação para Pais e Educadores

Mais uma missão de formação para pais e educadores cumprida!! 👊💓
Quanta animação e envolvimento nesta turma de mais de 100 participantes em Poços de Caldas, MG, no dia 13 de janeiro de 2018!
Que dia produtivo e alegre!
E aí vai uma das paródias criadas ao final do seminário, como tarefa de resumo da formação: 

"Aprendi uma historinha

que Jesus me ensinou
apascentai os cordeirinhos 
Ensinai-os, ensinai-os com amor. 


Para ensinar os cordeirinhos

é preciso de dedicar com paciência
e muito amor
e pedir sabedoria para o Senhor. 


aprendi no seminário

que eu sou muito capaz
é Jesus que me conduz
Eu não vou, não vou desistir jamais
Amém."
👏👏👏👏👏















terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Infância - O Melhor Tempo Para Semear - Alexandra Guerra

Infância - O Melhor Tempo Para Semear - Alexandre Guerra

Infância - O Melhor Tempo Para Semear - Alexandra Guerra>> 
Comparando o tempo da infância a um solo fértil, a autora apresenta princípios fundamentais, extraídos da Palavra de Deus, para que você possa fazer um bom plantio, a fim de, futuramente, garantir uma abundante colheita na vida das crianças. Além disso, ela trata de outros assuntos importantes, como dedicação aos filhos, o exemplo dos pais, amor, disciplina, liberdade, limites e vários outros temas que ajudam os pais e os professores a investirem na vida das crianças com sabedoria e reponsabilidade.

Visite o site da Editora e dê sua opinião sobre o livro:
http://www.editorabetania.com.br/2826/infancia+o+melhor+tempo+para+semear

sábado, 30 de dezembro de 2017

Que venha 2018!



Fertilizar o ciclo que se reinicia com toda virada de ano.
Desejo-te toda paz, todo deleite, todo amor, todo sucesso que fará bem a você e aos que estão seu redor. 
Com carinho e esperança, Alexandra Guerra. 

Imagem relacionada

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Cursos online gratuitos para professores

Cursos online gratuitos para professores

Salvar
internet trouxe uma infinidade de opções de estudo, entre as quais gosto de destacar oscursos online, em especial os chamados MOOCs (Massive Open Online Courses ou Cursos Online Gratuitos e Massivos). Vocês conhecem esse conceito?
São aqueles cursos que podem ser feitos por qualquer pessoa com acesso à internet. Geralmente oferecidos por plataformas educacionais, eles cobrem diversos assuntos e ocorrem em duas modalidades: com tutoria, isto é, as pessoas relacionadas à instituição de ensino acompanham as atividades e tiram as dúvidas dos alunos por meio de fóruns ou bate-papos. Por essa razão, tem um tempo para começar e terminar. A outra modalidade é a do curso autoinstrucional, que não tem limite de tempo, pois cada aluno realiza as atividades no ritmo que for mais adequado para ele. Assim, não há tutores, mas fóruns para discussão com outros estudantes que, por coincidência, estão fazendo o mesmo curso que você.
Você já fez algum MOOC? Confesso que já comecei vários e terminei só alguns. Minha principal dificuldade é encontrar tempo para me dedicar nas semanas seguintes ao início. Começar é fácil, em alguns cliques você já está apto para ver o material, mas terminar é um grande desafio.
Existem várias opções voltadas para professores. Alguns exigem pagamento para obter a certificação, mas para acompanhar as aulas e atividades não é preciso pagar nada. Caso você tenha se interessado em experimentar, listo aqui as principais plataformas e alguns dos cursos que elas oferecem:
e-Aulas da USP
O portal de aulas da USP oferece disciplinas de várias graduações. Na lista de Pedagogia, tem vários assuntos que podem te interessar, como Convivência Democrática na EscolaEducação em Direitos Humanos e Educação e Construção de Valores.
Coursera
Uma das maiores plataformas da área, o Coursera tem parceria com mais de 130 universidades e instituições de ensino e oferece quase 1500 cursos. Entre os ministrados em português,  Ensino HíbridoGestão para a Aprendizagem: Módulo Gestão Estratégica eFundamentos do Google para Ensino podem te ajudar. Alguns outros possuem legendas em português, como o Aprendendo a Aprender e o Fundamentos das Práticas de Ensino para a Aprendizagem.
Veduca
A plataforma brasileira oferece mais de 300 cursos. Na área de Educação, há Tópicos de Epistemologia e DidáticaPrimeira Infância e Jornal na Sala de Aula.
Unesp Aberta
O ambiente de aprendizagem online é uma iniciativa da Reitoria da Unesp que oferece os recursos pedagógicos digitais desenvolvidos para a Universidade. Há muitas opções para os professores, como Conteúdos e Didática de AlfabetizaçãoConteúdos e Didática de arte,Conteúdos e Didática de Ciências e SaúdeConteúdos e Didática de Geografia e Conteúdos e Didática de Língua Portuguesa e Literatura.
Escolas Rurais Conectadas 
O programa da Fundação Telefônica abriu os 27 cursos certificados pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) para professores de todo o país.Em cada unidade, há uma sequência de textos, referências e atividades. Ao final, quem cumprir a carga horária recebe um certificado. Há vários cursos sobre o uso da cultura digital nas escolas, como  TIC de Inovação nas EscolasTIC nas Escolas: Nível BásicoTIC nas Escolas: Nível MédioTIC nas Escolas: Nível Avançado e Quadrinhos Digitais.
Qual é a opinião de vocês sobre o tema? Que tópicos gostariam de estudar? Já conseguiram terminar um curso? Deixem seus comentários!
Um abraço,Iana Chan

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Brincar com os filhos por 15 minutos ao dia ajuda no desenvolvimento cerebral das crianças

Em pesquisa, 50% dos pais dizem não ter tempo de brincar; tablet é opção de 84% das famílias

Fim do expediente, já em casa e depois do jantar, o cansaço, enfim, bate, e é quando as crianças perguntam: “Papai, mamãe, vocês querem brincar?”. Difícil encontrar quem responda ao convite afirmativamente e com empolgação genuína, afinal, com a rotina corrida, é natural que os pais se sintam exaustos no final do dia, sem disposição para se sentar no chão e encarar uma partida de um jogo ou uma rodada de faz-de-conta.

Talvez se soubessem que apenas 15 minutos de brincadeira com os filhos fazem toda a diferença para o seu desenvolvimento, estes pais e mães agiriam diferente. De acordo com Priscila Cruz, especialista em ensino e uma das fundadoras da OSCIP Todos pela Educação, o ato de brincar é fundamental para que a criança desenvolva habilidades intelectuais e emocionais essenciais no futuro.

— Brincar ajuda a criança a ser criativa, a se comunicar, a ter empatia pelos outros. A criança que brinca bastante tira notas melhores ao longo da vida e tem uma série de outras consequências positivas em sua vida adulta porque desenvolve seu cérebro. Brincar traz competências sócio-emocionais à criança, e é um treino para a vida. Elas aprendem a lidar com as regras, a entender seus limites físicos.

Especialistas concordam que, atualmente, há uma série de obstáculos ao chamado “brincar livre”, quando a criança é a “dona” da brincadeira, inventando e modificando as leis do jogo, fantasiando. Para eles, o número elevado de compromissos nas agendas infantis, por exemplo, dificulta a ocorrência destes momentos de diversão, como explica Priscila.

— Hoje a criança tem muito mais demandas, acrescentamos coisas à sua rotina que concorrem com o brincar e elas têm cada vez menos tempo. Além disso, há as telas da tecnologia, com tablets e celulares, que até trazem outras habilidades para eles, mas de uma maneira muito limitada. E há também a superproteção dos pais. As pessoas têm cada vez menos filhos, então os protegem com medo de perdê-los, porque são os únicos que elas têm.

E é nesta lista que entra também a indisponibilidade dos pais. Uma pesquisa realizada em dez países com 12 mil pais de crianças entre cinco e 12 anos aponta que metade dos entrevistados diz não ter tempo para brincar ao ar livre com seus filhos. E, nas famílias consultadas, 84% das crianças brincam no máximo duas horas por dia, 40% brincam menos de uma hora, e 6% nunca brincam ao ar livre em um dia normal.

Consultor da Unicef e da Unesco e especialista em Políticas Públicas pela Primeira Infância, Vital Didonet reforça a importância do envolvimento da família nos momentos de brincadeira.

— Muitos pais chegam em casa estressados e querem ter eles próprios o seu lazer. Mas este é um ônus da paternidade e da maternidade, e os pais e mães têm que renunciar a isso. Eles precisam brincar nem que seja por 15 minutos, mas que seja se entregando ao momento. O adulto também vai descansar, desde que não considere aquilo um dever.

Para Didonet, é papel dos pais também tomar a iniciativa de apresentar alternativas de brincadeiras que não passem pela tecnologia, especialmente quando 84% das crianças brasileiras dizem preferir um tablet a brincar ao ar livre, como mostrou o levantamento.
Na visão de Priscila, além da influência sobre a saúde mental e o desenvolvimento da criatividade das crianças, brincar também é indispensável porque é nos momentos lúdicos que os pequenos vão treinar seu papel na sociedade dos adultos.

— Há pais que protegem os filhos inclusive na hora de brincar. Mas eles se esquecem que o erro é super importante para a criança aprender. Ninguém é criativo sem ter errado antes.



https://noticias.r7.com/saude/brincar-com-os-filhos-por-15-minutos-ao-dia-ajuda-no-desenvolvimento-cerebral-das-criancas-13042016


Pesquisa Google

Google