sábado, 18 de fevereiro de 2012

Em Minas, existem 133 pontos de exploração sexual infantil nas estradas

Levantamento divulgado dia 11 de fevereiro, sábado, no lançamento da Campanha de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil de Belo Horizonte em 2012, mostra que existem pelo menos 133 pontos de exploração sexual infantil nas rodovias federais que passam por Minas. Isso significa um ponto a cada 57 km de estrada. O cálculo considera a malha rodoviária federal do Estado com o tamanho de 7.600 km. A campanha é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Políticas Sociais e da Associação Municipal de Assistência Social. O número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes, atendidos pelo serviço de assistência social de Belo Horizonte, passou de 741, em 2010, para 968 no ano passado – um aumento de 30%. A maioria dos casos registrados na capital (58%) são de abuso sexual dentro do ambiente familiar. A dificuldade de apuração é considerada a principal fragilidade do poder público no combate a esse tipo de crime, conforme aponta a secretária-adjunta municipal de Assistência Social, Elizabeth Leitão. "O maior desafio é conseguir punir o agressor", afirma. O objetivo da campanha lançada no sábado é sensibilizar a população para o problema e incentivar a denúncia. Entre as ações previstas pela campanha lançada ontem está a capacitação dos profissionais envolvidos na Copa 2014, como funcionários de hotéis, bares e restaurantes, que vão ser orientados sobre como lidar com a questão. (Hoje em Dia, p. 17 – Pedro Rotterdan e Carlos Calaes, 11/02/2012; O Tempo, p. 25 – Joana Suarez, 11/02/2012; Super Notícias, p. 10 – Joana Suarez, 11/02/2012)

Postar um comentário

Pesquisa Google

Google