quinta-feira, 22 de abril de 2010

Ser mãe é tudo de bom...

          Dentre as melhores coisas que já aconteceram em toda a minha vida, está, sem sombra de dúvidas, a maternidade. Ser mãe é tudo de bom para mim! Eu vivo intensamente cada fase que a maternidade me proporciona.
           Agora que meu filho já está na juventude muitas pessoas me perguntam se eu sinto falta de quando ele era pequeno, e com sinceridade, eu respondo que não. Não sinto tannnnta falta assim. Antes esta resposta escorria pelo canto da minha boca com culpa, e caía pelo chão formando uma poça de confusão:
_ Por que será que não sinto esta saudade desvairada de quando ele era pequeno, como as pessoas dizem? Será que havia algo de errado comigo? Demorei... mas entendi. Quem não entendeu... foram eles.
Compreendi que eu vivi com intensidade cada fase pela qual meu filho passou: Eu criei meu filho. Abri mão de outros interesses para ser mãe de verdade: amamentei, troquei centenas de fraldas - que eu tinha que lavar e passar - presenciei os primeiros dentinhos, os primeiros passinhos. Ouvi a primeira palavra, que foi a mais doce de todas, uma melodia que acaricia a alma:
 "_ Mãe."
O colo preferido era o da mamãe e do papai. Brincamos e passeamos juntos. Ensinei os para casas, assinei os bilhetes. Corrigi os erros, disciplinei. Rimos e choramos. Fomos à igreja, oramos juntos, conversamos... Discutimos, magoamos, perdoamos. Escutamos músicas, assistimos filmes. Eu curto hoje a adolescência e a passagem gloriosa para a juventude. Ou seja, vivemos verdadeiramente o ser mãe e filho! Por isso, não sinto tanta saudade, pois eu vivenciei cada momento da maternidade e ainda vivencio! É um sentimento de contentamento cheio de alegrias e preocupações, como explicar? Não dá! É por isso que eu desejo que as pessoas possam experimentar isso, pois é o tipo de coisa que só provando se pode sentir.
O que me chateia é não conseguir esgotar todos os beijos, cuidados e afetos, pois sempre parece que foram poucos...
        Agradeço a Deus por me dar um filho!
Ser mãe é a origem, não apenas da vida, mas do amor e da realização. 

E para você?
O que é ser mãe?
Escreva aqui...

Postar um comentário

Pesquisa Google

Google