domingo, 11 de maio de 2008

Emoções do dia das mães - maio de 2008.




É sempre emocionante o dia das mães, tanto na escola quanto na igreja. Quando as crianças do CC VER e da CBS cantaram para suas mamães as luzes encheram o ambiente de glamour! Parecia até um céu estrelado com os vaga-lumes pendurados... Os olhinhos dos filhos brilhavam mais ainda ao serem fotografados pelos pais, eram como as estrelas naquele pequeno céu. O lugar se encheu com os fleshs das fotos. Os corações de alegria. A boca de júbilo. E nas mãos de cada filho(a) um cartão, com palavras que dançavam ao som da música, se preparando para fazer as declarações de amor a suas mamães.
Foi lindo! Ouvir o canto das crianças em homenagem a suas mães. Ver olhos molhados de emoção. As mãos aplaudindo. Quase podia se ouvir os corações batendo de satisfação e alegria. Um contentamento merecido e experimentado somente entre pais e filhos!
Mas as lágrimas teimosas de uma garota corriam pelo seu rostinho. Percebi que eram de tristeza e me acheguei a ela. A mãe não foi vê-la cantar, pois estava vendendo um carro. Eu acariciei seus longos cabelos pretos e a abracei. Mas nada poderia substituir a falta daquela mãe. Eu sabia disso. Seus pais estavam separados. E lá estava ela chorando, sofrendo a falta da mãe. Essa mãe perdeu a chance de edificar seu lar.
Quando ministrei sobre o texto "Construtores de lares" muitas pessoas seguravam cada palavra, e as levava a seu coração para compreender bem como podemos construir um lar e não somente uma casa. O desafio lançado as famílias ali presentes, também faço a você hoje: Você quer que o seu lar seja abençoado por Deus? Então ame e obedeça a Deus, pois: “Eis que assim será abençoado o homem que teme ao SENHOR.” Sl 128:4.
Bem, confesso que de todas, a minha maior emoção foi o presente que recebi. Só meu filho é legalmente autorizado para me dar: um certificado de "a melhor mãe do mundo", feito por ele mesmo e por iniciativa própria dele, um adolescente. Sabemos que eu não sou a melhor, mas o mais importante é que tenho o reconhecimento dele; meu filho assim declarou a mim e este é o maior elogio que eu poderia receber dele. Essa certificação vai ficar gravada em letras de ouro em meu coração de mãe!

Com fé, esperança e amor - Alexandra Guerra Castanheira.
Blog:alexaguerra.blogspot.com



Postar um comentário

Pesquisa Google

Google