quarta-feira, 9 de março de 2016

Páscoa é abnegação.

 Sua proposta de vida não foi atendida por muitos.
Condenaram este homem e crucificaram-no ignorando os seus propósitos para um mundo bem melhor.
Houve dor, angústia e escuridão.
Por três dias o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que ao terceiro dia a vida rompia e abria o caminho que Ele anunciou.
A páscoa existe para nos lembrar deste momento inigualável chamado ressurreição.
Ressurreição da alegria de viver, da bondade, do amor.
Ressurreição da amizade, da vontade de ser feliz.
A Páscoa é a comemoração de uma verdade que não é anunciada pelos ovos de chocolates e dos coelhinhos da páscoa:
Cristo morreu e ressuscitou.
Ele nos ensina a valorizar nossas virtudes e a ressuscitar sonhos  já foram enterrados no íntimo de nossos corações.
Que nossa páscoa seja celebrada diariamente, que possamos encontrar em nós e ao nosso redor - amor, tolerância, compaixão, paz, fraternidade, companheirismo, porque isso sim, é o verdadeiro sentido da Páscoa.
Em uma palavra? Abnegação: que significa a renúncia espontânea do interesse ou conveniência própria. Para que assim, de mãos livres possamos abraçar o outro, em seu benefício e não em nosso apenas. É difícil, mas podemos conseguir! Você quer deixar suas mãos livres?

Feliz Páscoa!


Postar um comentário

Pesquisa Google

Google