terça-feira, 10 de maio de 2011

Que virá a ser este menino?? O que temos feito diante desta realidade social tão triste??




Minha Escolinha

Mukeka di Rato

Composição : Mukeka Di Ra


Quero estudar para ser "Dotô"
Com muito carinho, com muito amor
Procurar escola, me matricular
E os coleguinhas eu vou ajudar
Mas não achei escola nessa podridão
Eu não vou estudar eu vou virar ladrão
Não gosto de Deus, não gosto de ninguém
Quero ver quem gosta depois de ir pra Febem
Consegui escola, não tinha carteira
Sentava no chão sujo de poeira
Não tinha merenda, a fome apertava
Eu comia lixo, eu bebia água
Mas não tinha aula, não tinha professor
A escola era um lixo e podre era o odor
Então voltei pra rua, até matar eu fiz
Tanta cocaína comeu o meu nariz
Não tinha esperança de me arrepender
Eu chorava sempre sem ter o que fazer
Não tinha família, não tinha ninguém
Era um pobre verme jogado na Febem
Saí da Febem, morria de desgosto
Dormia na rua perto do esgoto
E naquela noite enquanto eu dormia
Na minha cabeça uma bala atingia
Postar um comentário

Pesquisa Google

Google