terça-feira, 26 de abril de 2011

Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors:

  • "Crie filhos em vez de herdeiros."
  • "Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."
  • "Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."
  • "Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."
  • "Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."
  • "Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"
  • "Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."
  • "Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."
  • "...e quem sabe assim você seja promovido a melhor ( amigo / pai / mãe / filho / filha / namorada / namorado / marido / esposa / irmão / irmã.. etc.) do mundo!"
  • "Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."
E para terminar:
 "Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim, ele saberá o valor das coisas e não o seu preço."

quinta-feira, 21 de abril de 2011


Sua proposta de vida não foi atendida por muitos.
Condenaram este homem e crucificaram-no ignorando todos os seus propósitos de um Desejo a toda mundo melhor.
Houve dor, angústia e escuridão.
Por três dias o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que o terceiro dia a vida acontecia.
A páscoa existe para nos lembrar deste momento inigualável chamado ressurreição.
Ressurreição do sorriso, da alegria de viver, do amor.
Ressurreição da amizade, da vontade de ser feliz.
Ressurreição dos sonhos, das lembranças.
E de uma verdade que está acima dos ovos de chocolates ou até dos coelhinhos da páscoa.
Cristo morreu, mas ressuscitou.
E fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.
Que este seja o verdadeiro da minha, da sua, da nossa Páscoa, que possamos encontrar amor, carinho, paz, fraternidade, companheirismo, porque isso sim é o verdadeiro sentido da Páscoa.
Feliz Páscoa para todos vocês!

(Desconheço o autor)

sábado, 16 de abril de 2011

II Conferência 4-14 - Goiânia - GO

www.oanse.org.br


terça-feira, 12 de abril de 2011

Páscoa. Crônica de Luiz Fernando Veríssimo.

-Papai, o que é Páscoa?
-Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
-Igual ao Natal?
-É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
-Ressurreição?
-É, ressurreição. Marta, vem cá!
-Sim?
-Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
-Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
-Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
-O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
-Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
-É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
  -Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
  -Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
  -Coelho bota ovo?
  -Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
  -Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
  -Era... era melhor,sim... ou então urubu.
  -Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?
  -Que dia ele morreu?
  -Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
  -Que dia e que mês?
  -(???)
  -Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
  -Um dia depois!
  -Não três dias depois.
  -Então morreu na Quarta-feira.
  -Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na Sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
  -Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
  -É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
  -O Judas traiu Jesus no Sábado?
  -Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta!!!
  -Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
  -Ui...
  -Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
  -Cristo. Jesus Cristo.
  -Só?
  -Que eu saiba sim, por quê?
  -Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
  -Ai coitada!
  -Coitada de quem?
  -Da sua professora de catecismo!

  Luiz Fernando Veríssimo


Visite o túmulo na Páscoa, mas mão espere encontrar ninguém lá dentro. Não há corpo lá, Ele saiu andando ao terceiro dia!

sábado, 2 de abril de 2011

“A nossa festa da Páscoa está pronta, agora que Cristo, o nosso cordeiro da Páscoa, já foi sacrificado.”  
1 Coríntios 5:7b.

A PÁSCOA
 está chegando aqui no blog também...

Pesquisa Google

Google