quinta-feira, 30 de julho de 2009

Resultado do Sorteio

O prêmio do mês de julho saiu para o seguidor número 50: Gilmar Barbosa, da Comunidade Batista Semeando em Sabará. Parabens! Olha gente ele é da minha igreja, mas não foi "marmelada" não, foi sorteio mesmo!
Gilmar escolha um dos DVDs abaixo e me envie sua opção por e-mail.
Com carinho, Alexa.








segunda-feira, 20 de julho de 2009

Encarando nossos erros

Muitas vezes os próprios cristãos estão dando orientações contrárias à Palavra de Deus! Tenho visto isto na fala de colegas e isto golpeou forte o meu coração com o depoimento de uma mãe, durante uma ministração minha. Ela disse que seu filho pequeno, que estuda em escola cristã é diferente dos outros garotos, pois é a única criança da classe a ser criada pela própria mãe, pois as mães dos outros alunos trabalham fora. Esta mãe levantou sua voz como num desabafo e disse:
_ Eu já chorei muito, pois parece que eu estou errada por ficar em casa cuidando do meu filho! Estou agoniada com isso, recebo pressões de todos os lados, parece que estou fazendo algo de errado ao ficar em casa com ele e não trabalhar fora. Inclusive a escola em que meu filho estuda disse que eu preciso levá-lo no psicólogo.
Tentei mostrar a esta mãe, que travava este conflito, que ela estava certa! São os pais quem tem que criar seus filhos, é o que a Palavra de Deus diz! E lemos na Bíblia Efésios 6:6 e Deuteronômios 6:6,7.
Vejo esta inversão de valores em todos os lugares, e inclusive em escolas cristãs onde já trabalhei, pois já ouvi gestores e funcionários falar ou praticar isto, deixando seus filhos para trabalhar dobrado, pois queriam dar a esses uma vida melhor, que se traduz na sua maioria, em presentes e coisas materiais. "Se quisermos detectar a corrupção realmente indesculpável, sob disfarces cada vez mais complexos, não poderemos abrir mão de uma compreensão verdadeira da fé cristã. [Um ano com C. S. Lewis - Leituras diárias de suas obras clássicas. Pg. 81]
Precisamos ler e estudar a Palavra de Deus e pedir discernimento. Deus procura pessoas que amam e conhecem a Bíblia a ponto de segui-la em suas vidas. Como uma mãe que orientei há pouco tempo atrás, a deixar seu emprego, para criar seu filho que estava dando muitos problemas de aprendizagem e de comportamento na escola. E nesta semana mesmo a encontrei novamente, e ela me disse que fez isto, pois acredita que é a orientação de Deus para as famílias e me disse:
_Alexandra, o Isaque voltou a ser a criança que era! Foi só eu voltar a ficar com ele e a mudança foi impressionante! Deu para ver a falta que a mãe faz na vida do filho.
Algumas de nossas professoras que compreenderam bem este aspecto da fé cristã, também pararam de trabalhar, ou diminuíram o tempo de trabalho fora de casa, para criarem seus filhos.
Um outro casal, com quem conversávamos também sobre problemas de indisciplina dos filhos, mesmo não sendo cristão percebeu o estrago da falta da mãe no lar. Mas infelizmente a mãe prefere estar fora de casa. O pai disse a ela em nossa frente:
_Eu não quero perder meu filho, quero que ele seja um homem de verdade. Eu já pedi a ela (a mãe) para ficar por conta dos nossos filhos, mas ela não quer.
Enquanto os pais e mães vão travando esta guerra entre fazer a sua própria vontade ou fazer a vontade de Deus, nossas crianças estão crescendo sem pais e a infância correndo graves perigos!
O que os cristãos tem feito para resgatar os valores bíblicos para as famílias que estão perecendo?
Como temos construído ou destruído uma cosmovisão bíblica em relação à família planejada por Deus?
Como podemos dizer que a Bíblia é a Palavra de Deus, se só seguimos os princípios que nos interessam?
A salvação de uma geração passa principalmente pelos pais, por isso, as famílias têm sido terrivelmente atacadas e destruídas! A razão do meu livro "Infância" é esta: resgatar a verdade de Deus sobre a criação de filhos! Mas preciso fazer mais, sinto essa necessidade! O que estou tentando fazer é que você leitor (e, mais ainda, eu mesma), dê mais um passo em direção a uma fé cristã longe de ilusões. E para fazer isto, temos que encarar nossos erros.

Com fé, esperança e amor - Alexa Guerra.
Alexa é esposa e mãe. Escritora, pedagoga, palestrante.

E-mail: alexaguerra76@hotmail.com Blog: alexaguerra.blogspot.com

sábado, 18 de julho de 2009

Seminário o E S na Assembléia de Deus.

TEma: Mateus 18:14>
"Não é da vontade do Pai que está no céu, que um destes pequeninos se perca".

Projeto Joquebede


É um projeto que está nascendo... sendo implantado no presídio de mulheres Talavera Bruce em Bangu, Rio de Janeiro.

Quando a detenta dá a luz, ela e seu filho sáo transferidos para uma ala separada somente para as mães e seus bebês. Quando a criança completa 6 meses é enviada para a família ou para a adoção.

Estamos implantando o espaço Bebê Vida, alcançando mães e bebês para Jesus, por isso precisamos da sua colaboração como igreja de Cristo. Mais informações sobre o projeto acesse www.claudiaguimaraes.com)
Precisamos de voluntárias que possam ofertar a Deus uma vez por mês a sua manhã de segunda feira.
E também de ofertas em gêneros e precisamos atingir o alvo de R$2.500,00 para montar o espaço Bebê Vida no presídio. Claudia Guimarães

No Berçário do presídio também se aprende! sobre o amor de Jesus, quem é Deus e o que Ele fez por mim... queremos que toda criança conheça e receba o amor salvador e curador de Jesus.
Faça parte deste projeto, alcançando vidas para o Reino...

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Que notas são estas?

Boa reflexão!


Essa pergunta foi a vencedora em um congresso sobre vida sustentável:
"Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"
Passe adiante! Precisamos começar JÁ!
Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro de casa e recebe o exemplo vindo de seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive...

terça-feira, 14 de julho de 2009

Seminário na Assembléia de Deus.

Quando viajamos sempre voltamos com as bagagens mais cheias, já notou? Vindo do Espirito Santo eu trouxe dos irmãos da Assembléia de Deus em Carapina: mais alegria e disposiçao para servir a Deus, que me foram entregues pelas preciosas pessoas que participaram do Seminário para líderes de crianças e pais. Um abraço especial a Kátia Rosa e sua família e a Telma Bueno, pessoas belíssimas que entraram em minha vida.

sábado, 11 de julho de 2009

terça-feira, 7 de julho de 2009

Museu da família.

Bem vindo ao museu da família! Neste museu você irá ver e saber acerca deste grupo que está à beira da extinção.
Por volta do ano 2.270 d. C. foram vistas as últimas famílias compostas por pai, mãe e filhos.
Um pouco antes desse período, quase não se via uma mãe ou um pai em casa cuidando dos filhos, do lar e da família. Eles foram trabalhar fora.
Já no século XX, era costume o pai ser recebido pelos filhos em casa, após um dia de trabalho. Ele era o provedor do lar. Naquela época as crianças tinham um pai que morava com elas. Este pai convivia com os filhos diariamente e passeava com eles nos fins de semana. Nas apresentações da escola os filhos procuravam o olhar de seus maiores fãs: seus pais. E o aplauso deles era a garantia da felicidade!
Os pais podiam corrigir o erro e disciplinar os filhos. Quando os filhos precisavam de colo tinham um de seus pais por perto para carregá-los a hora que quisessem.
No dia das mães a família toda se reunia na casa da avó e a cama se enchia de presentes dos filhos, dos netos…
Era difícil esperar até o dia dos pais para entregar ao papai o presente feito pelos próprios filhos: A camisa com sua mãozinha, o quadro pintado, o cartão com moldura de gravata...
No tempo da vida em família, a melhor comida era a da mamãe.
Era o papai quem ganhava no jogo de dama ou de bola.
Quantas brincadeiras correndo soltas com os irmãos e primos! Esconde-esconde, casinha, queimada… Os brinquedos espalhados pela casa... Os risos, os choros... Fartura de vida. Casa cheia não só de Pgente, mas de amor e contentamento.
Nas famílias havia coisas que não cabem neste museu: abraços, beijos, lágrimas, risos, personalidades, cachorros, papagaios…
Ah! Os jardins! Eles não poderiam faltar neste museu! As casas tinham jardins. Deles as avós retiravam plantas para enfeitar ou para fazer chazinhos caseiros para os filhos e netos.
Férias também se passavam em família. Na roça, na praia ou na casa dos parentes: estavam todos num feliz ajuntamento. Para eles estarem em família era o que fazia a vida valer a pena!
Como se iniciou o processo de extinção das famílias? ... Bem, é uma longa história… Mas, lembre-se que, se você os deixar ir, talvez nunca mais os tenha de volta. Às vezes, nos ocupamos tanto com nossas próprias vidas, que não notamos que os deixamos ir… Outras vezes nos preocupamos tanto com quem está certo ou errado, que nos esquecemos do que é certo e do que é errado. Foi assim que as famílias começaram a desaparecer… Mas hoje temos este museu para visitá-las.
Certa vez alguém falou sobre um ciclo de morte que estava se instalando nas famílias. E leu na Bíblia como seria a cura nos Salmos 128.1-6. "Feliz aquele que teme a Deus, o Senhor, e vive de acordo com a sua vontade!” Mas parece que não deram atenção suficiente... E as famílias foram se extinguindo...
Nossa visita ao museu termina aqui, com o livro que foi publicado a cerca de dois séculos atrás, no ano de 2008 e falou sobre estes acontecimentos: "Ciclos de vida ou de morte, em qual deles sua família está?"

Envie esta mensagem para todos os seus amigos. Não se surpreenda se algumas famílias forem salvas da extinção.

Texto: Alexa Guerra.
E-mail: alexaguerra76@hotmail.com
Blog: alexaguerra.blogspot.com

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Para evitar brigas nas famílias os filhos devem obedecer e respeitar aos pais.

•A Bíblia diz em Efésios 6:1-3.
“Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. Honra teu pai e tua mãe, este é o primeiro mandamento com promessa para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra.”

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Museo de la familia - em espanhol.

video

Agradeço ao Francisco Beu do México, por fazer a tradução do Museu da Família para o espanhol. Obrigada meu irmão! Alexa.

Veja também no you tube

http://www.youtube.com/watch?v=yMFwJj-K_oc&feature=channel

Pesquisa Google

Google