terça-feira, 30 de setembro de 2008

Sorteio de setembro - resultado:

A ganhadora do livro "Infância" no mês de setembro foi a: Tha! Parabéns!
Tha envie para meu e-mail o endereço para enviarmos seu livro.
Que a boa mão do Senhor esteja sobre você! Alex@

Participe você também dos próximos sorteios deixando seu comentário aqui no blog.

sábado, 27 de setembro de 2008

Campanha: Não a violência infantil!




Seja uma voz profética nesta geração, declare em alta voz contra os decretos de morte sobre nossas crianças, compre e venda as camisetas " Toda criança precisa de PAI - Proteção amor e investimento,confiraos locais no Rio que você pode comprar a camiseta no blog da Pra Claudia:

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Pais terceirizados

Existe uma maneira de não gastar tempo com filhos, basta não os ter. Mas parece que alguns pais, bem mais moderninhos, descobriram outra forma de criar filhos gastando o mínimo de tempo: a terceirização. Uma das características do século XXI é a terceirização, ou seja, passar para terceiros a realização de determinadas tarefas. Para evitar trabalho e dores de cabeça, contrata-se uma firma especializada que irá cuidar de certos setores. Chegamos a ponto de terceirizar até a criação dos nossos filhos! O que deveria ser um apoio para os pais na formação do ser humano acabou tomando o lugar deles, veja só: A educação, tanto acadêmica como a formação ética e moral, foi passada para as escolas. Nas reuniões de pais, as escolas andam pedindo a ajuda destes para que os alunos cumpram com seus compromissos escolares, respeitem os colegas e funcionários... e os pais respondem com um pedido de socorro: “Eu não sei mais o que fazer com este menino, façam o que quiserem!” Ao ser chamada na escola do seu filho pela quarta vez, uma mãe alegou que não tinha tempo para o filho porque estava trabalhando muito para lhe proporcionar uma vida melhor. Os cuidados diários foram transferidos para os irmãos mais velhos, tios, e até para os vizinhos, que dão uma “olhadinha” na criança de vez em quando. Sozinhas em casa muitas se sentem inseguras e abandonadas. Soube de uma mulher que foi para os Estados Unidos e deixou a filha de quatro anos com o pai. A criança disse que a mãe foi ganhar dinheiro e vai mandar um celular para ela. Parece que a filha aprendeu rápido a lição que a mãe lhe ensinou: coisas valem mais que pessoas. A formação do caráter agora é eletrônica: a tela e os jogos cuidam disso. Muitas meninas se vestem e agem imitando toda a sensualidade das animadoras de TV; maquiagem e “cantadas” nos meninos já são comuns. Os garotos falam e se portam seguindo os modelos que têm de violência e desrespeito; chutam, batem e quebram. A educação moral e cristã já virou função da igreja. Pais cristãos levam as crianças para as classes bíblicas a fim de descansarem de mais essa responsabilidade. Todos esses serviços e pessoas podem representar ajudas preciosas e têm seu papel na formação das personalidades, mas nunca deveriam tomar o lugar que cabe aos pais. A falta de tempo nos levou a isso... A psicóloga Lídia Weber, em entrevista à revista Veja do dia 02/06/04, disse: “Educação é trabalho. Se você tem um relatório para entregar no dia seguinte, vira a noite mas o faz. Por que muitas pessoas não têm esse empenho quando se trata de educar suas crianças?” Realmente nossos valores estão se invertendo. Hoje o que vale é ter mais, e nem tanto ser mais. Precisamos entrar em estado de alerta! Conheço também mães e pais que, apesar de precisarem realmente passar boa parte do tempo trabalhando, sabem como investir nos filhos um tempo de qualidade. Têm conhecimento de onde eles estão, com quem andam, como estão indo na escola, o que lhes dá alegria, o que lhes entristece; enfim, conhecem seus filhos. Amam, disciplinam, sabem dar os limites necessários. Quando têm dúvidas, procuram ajuda com pessoas e literaturas adequadas, sem, no entanto, transferirem a terceiros a missão de educar seus herdeiros. O que seu filho mais precisa é de você. Não dá para ser pai e mãe por correspondência ou só por telefone. Educar é relacionar. Relacionar requer tempo, energia, paciência, negação de si mesmo. E, por outro lado, produz caráter, alegria, equilíbrio, saúde, felicidade. Não dá para terceirizar a responsabilidade da educação dos filhos, pois foi o próprio Deus que a delegou aos pais: “Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.” (Deuteronômios 6.6,7 – NVI.) “Pais, não irritem seus filhos, antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.” (Efésios 6.4 – NVI.) Nada é mais importante que a educação dos seus filhos! Nem carreira, nem bens materiais, nem a pia sempre limpa. Crianças precisam de pais que as amem o suficiente para investir tempo nelas, amá-las e dar-lhes limites e liberdade na dose certa para serem felizes. Que Deus lhe dê amor, sabedoria e coragem para educar seus filhos como eles precisam ser educados. Invista neles. É sua missão e vale a pena!

Extraído do livro: " Infância: O Melhor Tempo Para Semear”.
Alexandra Guerra Castanheira é esposa e mãe. Autora, dentre outros, do livro " Infância: O Melhor Tempo Para Semear” da Editora Betânia. Pedagoga, palestrante e jardineira.

E-mail: alexaguerra76@hotmail.com

Blog: alexaguerra.blogspot.com

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Congresso em São Paulo, na Igreja Batista Água Viva.



Agradeço a Deus por este maravilhoso congresso, onde milhares de ministros de crianças e pais se uniram para se preparar para servir a Deus melhor!
Estar junto com vocês irmãos queridos renova nossas forças para o ministério com as crianças e com seus pais.

IV Congresso da Rede Agua Viva Kids


Durante o congreso uma média de 700 participantes foram tremendamente impactados com a Palavra de Deus. E no encerramento umas quatro mil pessoas estavam presentes.
Foi maravilhoso estar com estes queridos irmãos de São Paulo em Mauá!

Durante os dias 19, 20 e 21 de setembro de 2008. SP.


Alexa e Agui ministraram no congresso os temas:
Infância o melhor tempo para semear.
Ensino Criativo e por princípio bíblico.
Jogos e dînâmicas para ensinar a Bíblia.
Sua família está em um cilco de vida ou morte.
Os valentes de Davi.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Adãozinho: Este vídeo expressa bem nossa natureza e tendências...

video

A Bíblia diz em Salmos 51:5 -

“ Sei que sou pecador desde que nasci, sim,

desde que me concebeu minha mãe.”

Por isso as crianças precisam de pais para

conduzi-las no caminho que devem andar.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Pais contratam detetives para investigar filhos

Intenção é saber sobre as rotinas e o comportamento dos adolescentes
Na capital paulista, dobrou a procura por detetives. Pais desesperados em saber os passos dos filhos com idades entre 15 e 17 anos buscam a cada dia mais os serviços desses profissionais. São várias as preocupações com os adolescentes, a maioria de classe média: consumo de drogas, namorado novo, amigos e até saber se o filho é homossexual. O diretor da Central Única Federal dos Detetives do Brasil (CUFDB), Edilmar Lima, garante que houve uma mudança significativa nos últimos cinco anos quando se fala no perfil dos clientes. "No ano de 2003, 40% dos clientes investigavam suspeita de infidelidade. Em 2008, 30% procuram investigar os filhos”, avalia. A detetive Angela Bekeredjian conta que, em 2007, atendeu cinco pais desconfiados das atitudes dos filhos em São Paulo. Neste ano, o número subiu para 15 pessoas. Ela credita o aumento às mudanças de comportamento dos jovens. "Hoje em dia, o adolescente não tem tanto vínculo com a família, se tranca no quarto, fica recluso e se torna agressivo quando incomodado", declara.
[O Estado de S.Paulo (SP) – 15/09/2008]

terça-feira, 16 de setembro de 2008

ENCONTRO DE PAIS em Sabará, MG.

Plenária: aberto a perguntas Pelos testemunhos que ouvimos percebemos como o "Encontro de Pais" foi maravilhoso e impactante! Como disse um pai que participou: foram lançadas Sementes de vitória na a vida dos pais.
Estiveram presentes mais de 100 pais, futuros pais e educadores.
O Encontro foi filmado e já está a venda em DVD.

Alex@.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Formação de pais pela Internet

CURSO A DISTANCIA PARA PAIS:
Criando filhos com uma cosmovisão bíblica.


Convite
Só investimos naquilo que é prioridade e importante para nós. E no topo desta lista estão os filhos. Este é um convite para você investir no que tem (ou terá) de mais valioso: seus filhos.
Participe deste Curso a distância para pais ou futuros pais e aprenda como criar filhos com uma cosmovisão bíblica.

O curso é ministrado através deste blog!
Período: Aproximadamente três meses a partir de quando você puder.
Local: Onde você quiser.
Mais informações: E-mail: alexaguerra76@hotmail.com

Vale à pena investir sua família? Claro que sim! Então, espero por seu e-mail com alegria e esperança.
Atenciosamente, Alexandra Guerra.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Por que usar a vara na correção dos filhos?


Ouvi uma reportagem de um pai que bateu no seu filho e com isso, quebrou seus dois braços. O tele jornal mostrou o garoto de uns 9 anos com os braços engessados. Ele fugiu de casa após a surra e ficou vagando pela cidade de ônibus em ônibus até que policiais perceberam e o socorreram. Isto é uma amostra do que tem acontecido com muitas crianças. Grande parte deste mal poderia ser evitado se os pais fossem orientados a respeito da disciplina dos filhos. Fugir para o extremo oposto e não corrigir os filhos também é a causa de vários males e tragédias, pois a criança entregue a si mesma não aprende a se controlar e se torna tão sem defesas como as outras que são espancadas. A Bíblia diz: “A vara da correção dá sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe.” Provérbios 29.15.
Não me entenda mal, pois sou contra a violência, é claro; mas nós e os futuros pais precisam aprender como disciplinar os filhos, e isso é urgente, pois as crianças não esperam! Elas estão sempre crescendo.
Como proibir é mais fácil do que educar e ensinar, o poder legislativo resolveu proibir os pais de corrigir fisicamente seus filhos ao invés de orientá-los sobre esse processo. Uma conselheira tutelar disse que aparecem sempre crianças marcadas violentamente por varas e os pais alegam que este tipo de disciplina está na Bíblia. São os riscos do livre arbítrio, cada um entende como quer... ou como pode... Esses pais que espancam não tem a mínima noção do que vem a ser disciplina! Concordo que os pais que usam de violência com seus filhos devem ser mesmo punidos com a vara da lei. Mas precisamos buscar o caminho do equilíbrio para não negar a criança o direito de ser conduzida e disciplinada. Não dar limites a criança lhe fará males terríveis.
Que fique bem claro que antes de usar a vara há um processo e vários outros métodos que podemos lançar mão para corrigir uma criança como por exemplo:
Reforçar ou não comportamentos, com prêmios ou castigos;
Utilizar das próprias conseqüências que o mau comportamento gerou.
Retirar seus privilégios, como mesadas e TV.
Ser exemplo de vida para as crianças. Este é o método de ensino mais poderoso.
E por fim, não podemos abrir mão da vara, pois a Bíblia diz: “O que retém a vara aborrece (detesta) a seu filho, mas o que o ama, cedo disciplina.” Provérbios 13:24.
Devemos também distinguir o que é indisciplina e o que não é, como por exemplo derramar o suco - não é indisciplina, por isso não deve haver correção. Como nosso coração é enganoso é preciso sondá-lo para que não apliquemos nenhum tipo de correção com ira, pois isso vai gerar revolta na criança.
Porque a Bíblia orienta a usar a vara na correção dos filhos?
Eu amo a Palavra de Deus a ponto de segui-la, mesmo que eu não entenda algumas coisas. Mas existem muitas coisas que podemos entender, acho que o uso da vara é uma delas. Se aquele pai que quebrou os braços do filho tivesse usado a vara na correção, a força exagerada que ele usou quebraria a vara e não o garoto. A vara nos ajuda a dosar a força, pois de acordo com o dicionário "vara é uma haste fina e flexível".
Não pense que disciplinar é fácil ou que não causa sofrimento no momento. Sinto lhe informar, mas disciplinar envolve dor sim! Veja esta definição do dicionário: "do Lat. Disciplinar - v. tr., sujeitar à disciplina; doutrinar; guiar, corrigir; castigar com disciplinas; v. refl., penitenciar-se; mortificar-se." Na verdade se quisermos alcançar as virtudes temos mesmo que mortificar muitos de nossos impulsos e desejos; e na maioria das vezes isso dói em nós.
Se pais com pouca instrução sobre a criação de filhos ou que tem problemas com seu domínio próprio, usarem a vara de forma errada – ela, a vara, se quebra! Isso de certa forma protege a criança.
Um pai ou mãe bem intencionados que usam a vara para corrigir seus filhos com amor, estão seguindo orientações bíblicas e colherão os seus benefícios, como diz a Palavra de Deus em Provérbios 23:13-14: “Não retires a disciplina da criança, porque, se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno.”
Somos testemunhas das conseqüências de uma geração de pais que não disciplinou seus filhos da forma adequada: infelicidade, procura desenfreada pelo prazer levando até a morte, dentre outros males. Vamos mudar essa historia e reescrevê-la! Podemos ser a geração de pais que amou a Bíblia sagrada a ponto de obedecê-la. Pais que amam se dedicam aos seus filhos e os criam de acordo com as orientações da Palavra de Deus. Posso lhe dizer por experiência própria com meu filho: Dá certo e vale a pena educar o filho dentro dos princípios bíblicos! É verdade, pois aconteceu comigo o que está escrito em Provérbios 29.17. “Discipline seu filho, e este lhe dará paz, trará grande prazer a sua alma.” Procurei obedecer a Bíblia e hoje tenho paz e alegria com meu filho de 17 anos! A Deus toda Glória!
Este desenho foi feito por meu filho quando ele tinha uns 5 aninhos, e demonstra que ele entendeu os benefícios da vara da disciplina! Observe no desenho que ele ilustrou nossa família e árvores ao nosso redor de onde saem varas. Todos estão felizes, inclusive o sol! Na época em que ele desenhou, eu, entre lágrimas, escrevi ao lado o que meu garotinho me disse:
"_Esta é a varinha mágica que faz a gente obedecer. Quando eu ficar adulto vou educar meu filhinho com a vara para ele obedecer."
Se até uma criança de cinco anos pode entender porque os pais e educadores não poderiam?
________________________________________
Alexandra Guerra Castanheira é esposa e mãe. Escritora, pedagoga, palestrante e jardineira. Autora, dentre outros, do livro " Infância: O Melhor Tempo Para Semear” da Editora Betânia.
E-mail: alexaguerra76@hotmail.com Blog: alexaguerra.blogspot.com

Para saber mais leia:
Disciplina, um Ato de Amor. Roy Lessin. http://editorabetania.com.br/
Assista a mensagem: Sementes Divinas para você semear na infância. http://br.youtube.com/watch?v=sWL5hXCms-I

Pesquisa Google

Google